segunda-feira, 12 de outubro de 2009

SketcheeeeeeeeeeS - VOLTANDO! UaHÁAi!

Aaaaah...que bom, voltar à postar! Putz, bate até uma saudade, eu hein!

Pois é, eu tô trabalhando um bocado esses tempos, o que é muito bacana (já que tô fazendo o que gosto); maaas...tem sobrado pouco tempo pra produzir minhas coisas e postar no blog; o que é.....estranho...

De qualquer maneira, eu tenho atualizado o eh CarTOON mesmo assim. Sempre que sobra um tempinho ou surge uma idéia ultra bacana, cá estou eu!

Desta vez, retorno com alguns sketches, que saíram durante esse período, de muito trabalho. Entre uma coisa e outra, arrumei um tempinho pra riscar sem compromisso. YEAAH! :D

Aqui estão reunidos alguns desenhos inspirados em conversas recentes e...naquela já conhecida maluquice sem sentido (como o macaco voador e o pombo de capacete do futuro...)!

Pra não perder o costume...

Algumas...curiosidadeS:

* Tava lembrando de umas brincadeiras de moleque, que nem vejo tanto ultimamente...tipo.... esconde-esconde. Aí fiz aquela garotinha escondida alí! Tá escondida, ela! Achou? Pois é...

* Bom, um dia desses eu tava saindo pro almoço, junto com o meu parceiro de trabalho - Duba (fala Duba!), e passamos em frente a um colégio. Lá, vímos um moleque meio....como é que eu posso dizer....feio pra cacete! E o Duba ficou um tempo, falando do desgramado e, como era difícil ser feio nos tempos de escola. Fiz o moleque (versão light) no cantinho, à direita.

* O macaco com asa é só um macaco com asa mesmo...

AbraÇãO a todoS e valeu demais, pelas visitas e comentárioS! :D

sábado, 3 de outubro de 2009

MakinG Of - Caricatura do Joker Heath Ledger!

Caricatura dele. Do Coringa, o Palhaço, o Joker. Heath Ledger!

A um tempão imaginava em um post como esse - um making of sobre algum trabalho (pintura ou animação), detalhando o processo e comentando algumas curiosidades. Sei lá, eu sempre curti saber dessas coisas, então achei bacana a idéia; até mesmo pra quem se interessa em aprender pintura digital.

O assunto pode parecer um tanto técnico, mas é certo que eu vou ser o mais simples possível. Isso aqui não é um tutorial e não acredito numa única fórmula pra desenho ou pintura. Além do mais, acho que o melhor jeito de aprender certas coisas, ainda é fazendo! Então...se você quiser melhorar ou aprender pintura (ou seja lá o que for..), o lance é praticar!

Como disse nesse POST, do Coringa, a idéia de fazer uma pintura mais detalhada, saiu como..um teste de paciência, pois sempre adorei desenhar e criar minhas histórias e personagens....mas tinha uma preguiça lascada de pintar. Então, pensei em enfrentar essa e fazer o Joker -Heath Ledger, com a pintura mais realista que o de costume.

A primeira coisa que fiz, antes mesmo de rascunhar, foi buscar uma boa referência. Vi várias e fiquei com essa aqui!

Faça igual ao Coringa: quando encher a cara de pinga, vá de carona!

Uma coisa engraçada, foi que, eu já tava decidido a fazer a carica do Heath Ledger....até ver isso aqui. Por um quase eu não mudo de modelo...

"Uuuuhu hu....Vou comer a tiaa do BATEMAA!" :D

Certo! Depois da referência, escolhi o programa pra pintar. Na ocasião, fiquei com o Painter, que já tem uns brushes (pincéis) bem legais e prontinhos pra usar.

Sempre rola aquelas conversas tipo: Painter ou Photoshop, qual o melhor? Pra simplificar, eu costumo pensar que..o Painter é super prático. Como disse, ele já vem com uns brushes bacanas, já prontos, o que é legal e facilita bastante. No Photoshop, não rola muito essa moleza não. O programa vem com uns brushes básicos e outros meia boca...MAS......é possível, com o editor de brushes (que tem em todos os programas desse tipo), criar uma INFINIDADE de brushes, com texturas, formas e tudo o que tem direito. Não é tão simples de fazer essas coisas, então, o negócio é ficar experimetando as opções do editor e vê o que rola.

Outra coisa que pode importar ou não, dependendo de cada um, é que o Photoshop tem mais filtros e efeitos que o Painter. Isso nem quer dizer tanta coisa, pois é até possível trabalhar com os dois programas num mesmo projeto. Experimentem usar ambos, que cês não vão se arrepender. Afinal, mais importante que o programa usado, são as idéias, não é?

Bom, no Painter, eu coloquei a minha referência do lado, e fiz o meu rascunho. Ficou assim:

Sem piadinhas dessa vez...

Com o meu rascunho feito, o coloquei no modo multiply, que só deixa os tons escuros aparecendo....criei uma camada em baixo e comecei a delimitar a minha pintura. Isso não é obrigatório, viu? Mas quem quiser...fica a dica!
Espaço publicitário...

Com a camada de cima (o rascunho) no modo multiply, o branco some, ficando só os contornos. Tá vendo? Só fiz pintar em baixo.

É comum dividirmos as camadas de pintura por personagens; por objetos; por luz e sombra, etc. Mas nessa pintura aí...resolvi pintar tudo junto, numa lambança só! Foi ruim? Sei lá..funcionou...

Depois, só abandonei os riscos e comecei a detalhar a pintura. Sempre olhando pra Referência.

Tchanããã!

É isso! Espero que cês tenham curtido o post. Foi feito com a melhor das intenções.

Um GRANDE ABRAÇO a todos e...vamo que vamo!
Creative Commons License Obras licenciadas sob uma Licença Creative Commons.
Tecnologia do Blogger.