sábado, 25 de dezembro de 2010

AÊÊÊÊ! eh CarTOON ESTÁ DE VOLTA! Em pleno Natal!!!

Durante o mês de Dezembro, o eh CarTOON tirou férias forçadas...graças ao meu computador, que sofreu falência múltipla do órgãos!

Quem já passou por algo parecido sabe o quanto é escroto (hehe). Mas tudo bem...Ficar sem computador - e sem internet - não foi a pior coisa que já me aconteceu. Na verdade até que soube lidar muito bem com a situação..

¬¬

Enfim; depois do susto (e de um tempo de consertos, lógico), tudo se ajeitou. O computador tá novisco, e eu não perdi minhas coisas, do HD antigo (tipo desenhos, vídeos, músicas dos Beatles...essas utilidades básicas)! :D

No final tudo deu incrivelmente certo....e eu voltei então, a ficar em paz com o mundo! Até as festas e feriados de fim de ano voltaram a ter aquela graça de sempre; cês tão me entendendo?! ;D

É, eu sei que o coelho da páscoa não tem nada a ver com esse lance...
...mas fazer o que?! Relaxa e curte o momento de confraternização!
:D

Aliás, aproveitando esse climão de fim de ano...eu quero desejar a todos os amigos e visitantes do blog, um Feliz Natal, e principalmente, um Feliz 2011! Que o próximo ano seja muitíssimo melhor do que o que passou! Com muitas conquistas e boas risadas!

Um GRANDE ABRAÇO a todoS...e nos vemos ano que vem (já que tirei quase todo o mês de folga, o que custa tirar o resto, né?)! :D

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Hey, hey....STOP!!!

AÊÊÊ!!! Sketch quentinho; saído do forno!!!

Nada como aproveitar um tempinho livre, entre um trabalho e outro, pra riscar sem compromisso!

Riscar...por riscar! :D

Ei, Dona! Escuta o gringo aê, pow! O mothafuc**r só quer ajudar!

ExTra!

* Eu comecei a fazer esse desenho, lembrando de um amigo meu, que tem um jeito engraçado de chamar as pessoas. O cara fecha os olhos...vai levantando o dedo devagar...e de repente, solta um "Pshiw!" rápido! Sendo que ele sempre parece se assustar com o próprio "Pshiw!".

Hehehe...

....

....É eu sei; eu acho graça de cada coisa panaca, que eu vou te contar... ¬¬

Aquele Abraço a todoS!!!

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

eh VerdaDe - Café da Manhã!

AÊÊÊ! eh CarTOON está de volta com mais uma postagem especial: eh Verdade!!! :D

Pra quem não conhece, essa é uma seção do blog onde ilustro, de forma cartunesca, situações verdadeiras-verdadeiríssimas, que aconteceram de verdade!

Enfim..situações reais.

A história desse post, por exemplo, aconteceu há muitos anos e envolve basicamente..um café da manhã preparado de maneira ERRADA, por um cozinheiro ESCROTO - que por um acaso sou eu.

Em um dia muito incomum, acordei - pela manhã - com uma disposição de atleta (isso nunca acontece..); levantei da cama, fui ao outro quarto da casa e chamei minha irmã:

- Acorda, sacana! Tá na hora! Levanta, que eu tô indo fazer o café; tá legal?


-...tá!


- Beleza. Vou fritar uns ovos pra nós, também. Vai ficar bacanão!


Pequenos detalhes fazem toda a diferença, não? Foi só falar a palavra "fritar" que a minha irmã deu um pulo da cama e começou a me seguir até a cozinha.

- Mas....tipo.....tu não sabes fritar nada! Tu não sabes fazer comida, lembra?!

- ...Ovo eu sei!


- Mas....mas.....tu já fizeste isso, né? Outras vezes? Tu sabes mesmo fritar um ovo, não é?

- EU? Ora....eu já tentei duas vezes!


- ..."Tentou"?


-...........é.

Creck!

Splash!

- Pois é, mas agora vai ser diferente! Vai dar certo! É a terceira tentativa, entendeu? E a terceira tentativa....é a que dá certo! Tá provado isso, já!

- ..Além do mais, dessa vez eu tô muito mais preparado. Olha só! Tenho até uma proteção contra aqueles respingos assassinos, de frigideira!


- UAU!!!!


Pode acreditar, eu enrolei mesmo, uma camisa no braço..

- Vamos lá! Margarina....Ok!



- Ovo, quebradinho, bonitinho........

Cleck!

Swish!

- ...Ok!

:D

- Tá vendo só, Preta?! Eu sou f..
- FOGO!!!
- Hehe. Não, Preta, eu ia dizer - "sou foda"......, mas tá bom - eu sou fog...
- NÃO! TÁ PEGANDO FOGO! TÁ PEGANDO FOOOGO!



- oh, merda!

Sabe...em ocasiões como essa, o que a gente menos precisa é de estímulos visuais como esse.


- MEEEERDA! MERDA, MERDA MERDA. PORRA! AAI MINHA MÃÃÃO!!!!


AAARGHHH...

É isso! Hehehe. Aprenderam a lição? Aposto que não, né? Isso é porque não tem lição nenhuma. Eu não sabia fritar ovo..e fui fritar ovo! Vamos combinar que foi meio otarice, da minha parte.


Ah, e não se preocupem, eu sobrevivi! Tá tudo bem!

Minha mão ficou boa...Olha aqui!

Tchãn!

..A minha irmã ganhou uma camisa nova, pra dormir...

..E é legal dizer também, que hoje em dia eu progredi muito nas minhas habilidades culinárias!

....

...

..Tá, isso é mentira. :D

Um ABRAÇÃO GIGANTE a todoS e muitíssimo obrigado, pelas visitas e comentários. Além de muito bacana, isso com certeza, é um baita incentivo pra continuar tocando o blog adiante!

Até outro post, pessoal!

* Outras postagens da seção "eh Verdade!"---> LinK!!! - Se quiserem comentar, fiquem à vontade! As mensagens caem todas no meu e-mail!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

PReSenTãO - SOU EU EM ESCULTURA, RAPAZ!!! :D

Olha só o que eu ganhei do meu grande amigo - escultor - Nelson Nabiça! É ou não é, um dos melhores presentes que um nerd maluco poderia receber? xD


A escultura é baseada na forma como eu me desenho em cartum, e foi um presente de aniversário (atrasado)! Hehe. Tudo bem, eu fiquei empolgadão do mesmo jeito, com o pequeno Isaac Braz!

Bônus da Amizade:

* O desenho que está na minha camisa (camisa do boneco, sei lá...), é um personagem bem conhecido por alguns amigos meus - o Boneco de Neve.

* Segundo o Nelson, eu fui o cliente mais enjoado que ele já teve. E olha que não paguei nada! Hehehe. De vez em quando eu dava uns pitacos sobre algumas coisas.

* Essa peça foi feita com Durepoxi (que eu acho extremamente escroto de mexer..) e pintada de....cor de durepoxi, também. :D

* Esse não é o primeiro personagem meu, que o Nelson esculpiu. Ele já fez um casal de velhos, nus - protagonistas de uma história escrita por nós dois e outro grande amigo - Davi Coelho.

* Recentemente, também fiz questão de prestar uma homenagem ao meu talentoso amigo. Então, desenhei, pintei e imprimi, um cartaz com um cartunzão dele, junto de algumas esculturas, que eu considero verdadeiros clássicos.

Eu espero que cês tenham gostado da postagem. E como o tema é amizade...eu deixo então, um ABRAÇO GIGANTE, a todos os amigos e frequentadores do eh CarTOON!!! Até outro dia, nesse mesmo Bat-Canal!

* Blog do Nelson Nabiça

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

eh 3D - Ventriloquo!


1. 3D é teu PassádiS - Um pouco de história!

Há muito tempo, ainda na época de escola, um amigo, que também dividia os mesmos interesses por desenho, cinema e animação, veio me mostrar um programa de manipulação 3D, chamado Corel 3D!

O programa, basicamente permitia que nós fizéssemos composições com formas básicas - tipo cones, bolas e quadrados - dentro de um ambiente tridimensional. Falando isso hoje, em tempos de ZBrush, nem é tão impactante..mas na época...era a coisa mais próxima de um Jurassic Park, que nós podíamos fazer. :D

Algum tempo depois, eu e esse meu amigo - o Henrique Barreto - descobrimos um programa mais bacanudo ainda, de nome 3Ds MAX. Esse sim, parecia perfeito. Nele era possível modelar, iluminar...e principalmente animar!

Engraçado que, ao contrário do Henrique, que se adaptou bem à dureza, aos excessos de botões e cálculos, do programa...eu tive um acesso de raiva terrível, ao mexer no 3D Max, pela primeira vez. Isso porque não consegui fazer nada. Uma bola, um quadrado..uma formiga em forma de pixel...Nada! Como vinha de um método de produção mais intuítivo e simples...demorei um pouquinho mais, pra me entender com o programa.

Enfim, é aquela coisa, não? É mesmo fazendo que se aprende.

Anos mais tarde - já na faculdade - eu e meu amigo, nos aliamos a mais um maluco talentoso - o Thiago Correia - um editor e finalizador de mão cheia! Era justamente o que faltava ao grupo.

2. Eureca - A idéia!

Foi logo em seguida da formação desse pequeno grupo, que eu pensei numa historinha bem simples pra tentarmos produzir.

Cheguei com os meninos e falei: Olha, poderíamos tentar fazer um curtinha com um cara só. O que vocês acham? Pensei até em uma coisa, tipo...sei lá, meio bizarra. Poderíamos fazer um cara brigando com ele mesmo. Algo com um estilo Chuck Jones. Absurdando tudo!

Foi assim que nasceu o Ventríloquo. Um cara, que tem uma meia enfiada na mão..e que em certo momento, começa a ficar confuso em relação a quem está controlando quem.

Um dos primeiros esboços da história.

Alguns concepts iniciais, do nosso protagonista, que aliás, batizamos de Waldomiro.

Geralmente, fazer roteiros em grupo é divertido. No caso do Ventriloquo, enquanto conversávamos sobre a trama, surgiam idéias assim: - Ah, seria bem legal se a meia puxasse uma faca...aí ele puxaria uma espada de esgrima. Ou a mão puxasse uma arma super fuderosa...e ele puxaria....um SABRE DE LUZ! ZIIEEEÓOON! :D

Como o que estávamos planejando era mais pra nossa própria diversão - e também não tínhamos idéia do trabalho que iria dar - Colocamos tudo isso no pacote: faca; espada; arma; sabre..e mais algumas coisas.


Alguns pequeninitos testes de insanidade. :D

3. Colocando a mão na meia. Ops, na massa - Produzindo!

Essa etapa foi bem maluca. Até conseguirmos um resultado bacana, de modelagem e iluminação, demorou muito. Mas toda vez que algo ficava no jeito, era uma festa.

Saca só as armas, como ficaram bem legais!

Ah um sabre desse na minha mão... :D

Aqui, alguns detalhes do personagem!


E agora sim...nosso ator principal. Devidamente produzido e maquiado! Olha só, o naipe do sujeito!


Nosso protagonista...

...E claro, o antagonista! Sr. Cabeça de meia!

Algumas cenas ou testes de acting do personagem.



Oscar pra ele!

4. No meio do caminho, havia uma uma pedra 3D - Complicações!

Durante toda a etapa de produção de um filme (seja curta ou longa metragem), enfretamos problemas. Isso é até natural. Problemas foram feitos para serem resolvidos...ou, como foi o nosso caso, para serem tirados como lição. O curta do Ventriloquo, infelizmente não foi concluído. Após uma série de dificuldades superadas, no nosso primeiro projeto, empacamos exatamente na animação.

Como bons autodidatas, eu e meus amigos, estávamos descobrindo como trabalhar através de tentativas, erros e acertos. Na animação...a falta de habilidade com o programa; o nosso grau de exigência - que beirava o enjoado - e também a nossa falta de planejamento de cenas...fizeram com que deixássemos o projeto em stand by. Quem sabe um dia role de brincarmos novamente com o personagem..

Um dos videos-teste de animação - Briga de um cara só.
5. Lições

Recentemente, eu li em um livro, que fala sobre o processo de produção da PIXAR..que por lá, por vezes um plano que não foi conluído, é tão ou mais empolgante, que um plano que deu certo. John Lasseter (o pai do Toy Story) diz o seguinte: "na Pixar quase ficamos mais animados com as coisas que não deram certo, porque, mesmo não sendo como esperávamos, nós tentamos".

No caso do Ventríloquo, foi mais ou menos assim. A tentativa valeu demais para aprendermos novas coisas..e pensarmos em novas possibilidades.

6. NOtaS!

- Em 2007, Eu, Thiago, Henrique e mais alguns amigos, produzimos um curta em live-action, que inclusive, teve pequeno e indesperado sucesso. Trata-se do toscamente perfeito: Luana Enlouquecente. Haha. Espero postar algo sobre ele no futuro.

- Ainda cogitamos a possibilidade de fazermos um curta animado, juntos. Além de estarmos mais experientes, hoje em dia, temos também alguns bons projetos em vista. Um deles é um curta-clipe, baseado numa música do sensacional Johnny Cash. Essa é um idéia antiga, minha, e tem como tema a solidão. Acho que pode ficar legal.

- Ah, uma coisa que esqueci de falar antes. Apesar dos vários concepts diferentes, do Waldomiro; a principal referência, para a etapa de modelagem do personagem...foi meu bisavô - o velho Mário! Aqui vai uma foto pra vocês conferirem.

Seu Mário segurando um pequeno e selvagem, filhote de Isaac.

Espero que cês tenham gostado do post. Aquele abraÇo..e até maiS!!!

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Sketch - Perigos, Aventuras e TESOUROS!

Uma coisa que eu gosto, em filmes antigos de aventura, como o Indiana Jones, é que durante todo o tempo, nós somos bombardeados por surpresas, tensão e situações perigosas!

Sabe como é? Por exemplo...vamos pegar as famosas situações de caverna! O cara pisa numa pedra em forma de sapo...e uma porta de pedra se abre! Se alguém pega alguma coisa valiosa...ativa alguma armadilha invocada, que dispara dardos envenenados pra tudo quanto é lado! Ah, e o mais maluco ainda, é quando de uma hora pra outra, aparece uma gangue, de uma civilização antiga, querendo pegar os protagonistas! Pow..isso é muito insano! :D

Às vezes eu acho até que sou meio doido, porque posso ver um filme umas trocentas vezes, saber o que vai acontecer..mas quando aparecem essas cenas, eu sempre penso: Ih, rapá, já era!

Bom, fiz esse sketch baseado nesses tipos de filmes - cheios de aventuras e personagens destemidos!
- APAGA ESSA LUZ AÊÊ, QUE TEM GENTE QUERENDO DORMIIR!

AbraçãO e até maiS!

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Entre no Balanço do Kelly!

"Bole Bole Bole, gatinha!"

Atenção, amiguinhos! Quem estiver em terras cariocas, esses tempos, tem a oportunidade de conferir um filme bem bacana, que vai rolar nos dias 3 e 4, no Festival do Rio 2010. Trata-se do documentário No Balanço de Kelly - do diretor André Weller!

O filme nos revela - através de um bate-papo descontraído, ao piano - a história de vida e carreira de João Roberto Kelly, que é simplesmente o compositor de marchinhas de carnavais conhecidíssimas, como aquela Cabelereira do Zezé (será que ele é, será que ele é. Hehe).

Enfim, O Kelly é uma figuraça; vale a pena conferir. E por último - e não menos importante - é legal comentar que a abertura do filme é uma animação feita por esse humilde sujeito que vos fala! Olha lá (na imagem) o cartunzão do Kelly, arrebentando no piano!

Em breve eu espero fazer uma postagem completinha, sobre esse trabalho. Foi muito divertido de fazer e o resultado ficou bem legal!

Aquele abraço a todoS!!!!!!!.........!

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

HERE IS JOHNNYYY!!!

Quem frequenta o eh CarTOON, sabe que, além da doidera habitual, de vez em quando eu curto fazer algumas homenagens - a filmes e personagens marcantes. Dessa vez, eu brinquei com a icônica cena do filme O Iluminado. Há tempos eu era doidão pra ilustrar algo desse filme e só não fiz por......coff, coff. Preguiça! :D

Hehe. Bem, vamos ao que interessa! Aí vai, o sr. Jack Nicholson, doidão, tentando picotar a família dele.

ABRE A PORTA MARIQUINHA!!!

A primeira vez, que eu assisti a versão do Stanley Kubrick, de O Iluminado (Stephen King), fiquei super impactado. Eu era moleque, na época, mas já curtia conferir alguns filmes antigos ou considerados clássicos.

No caso de O Iluminado, foi engraçado porque, além de ficar meio hipnotizado, com o ritmo do filme, a atuação inspirada, dos atores, e a técnica perfeita do diretor...eu lembro que, após a sessão, tirei algumas conclusões que...de certa forma continuam pertinentes até hoje:

- Primeira. Filme de suspense é ifinitas vezes melhor que um filme de terror. Se for dirigido por um diretor bacana então...se prepara pra ficar com o coração na garganta! Porra, no Iluminado, até quando a mulher do John (jack Nickolson) leva água pra ele, dá um medo do cacete! Eu hein!?

- Outra conclusão. Ficar zanzando sozinho num corredor, é a maior roubada! Isso mudou a minha vida. Passei um tempo muito desconfiado com essa história. Aliás, a cena do corredor é uma das minhas preferidas - junto com o diálogo do Danny com aquele coroa que também é "iluminado", e a conversa macabra, do John com o antigo zelador, dentro do banheiro.

- Conclusão 3: Jack Nicholson é fodão! Esse filha da mãe convence de qualquer jeito. Mesmo com aquela sobrancelha de capeta, quando ele quer, faz a gente gostar dele. Quando não quer....putz, sai de baixo! É incrível, a atuação desse cara, no filme. Dá gosto de ver.....e medo também!

Eu lembro que existiam mais conclusões, mas essas já bastam, né? Vamos fechar nessas três!

Bom pessoal, quem viu o filme, fique a vontade pra comentar suas cenas preferidas; outros detalhes.....e até mesmo essa pitura aí! Quem não viu filme nenhum...VAI VÊR! Eu fiz questão de ter esse clássico, pra aterrorizar as gerações futuras! :D

domingo, 29 de agosto de 2010

Cadê o HuGO que tava aqui?!


Em 2008, a escritora, jornalista e roteirista de televisão (por muitos anos, do Programa do Jô), Diléa Frate, resolveu adaptar um de seus livros mais conhecidos, para a forma de peça teatral (sob a direção de Luis Igreja).

O livro infantil, chamado Procura-se Hugo, saiu curiosamente de uma história real. Diléa tinha mesmo um cahorro chamado Hugo, que era o maior fujão do mundo! Fugiu tanto mas tanto...que um dia não voltou; e Diléa então, resolveu escrever sobre o cachorro e suas possíveis aventuras.

Bom, eu tô falando da Diléa e do Hugo, aqui no eh CarTOON...e nem deixei claro uma questão bem importante: Que raios eu tenho haver com isso? ...Ora pois! Eu participei da peça(yeah)! E não como um cachorro figurante...mas como animador (yeahhhh)!

PEDAAAAALA ROBIIIIINHO!!!

Como o espetáculo era voltado pra molecada, havia uma diversidade muito legal de linguagem áudio-visual; desde atores vestidos de bicho (o que é óbvio, né?), passando por bonecos, e trechos da história, contados em forma de animação (é aqui que eu apareço). Junta tudo isso, mais uma trilha feita por compositores, como o doidão do Tom Zé e Guilherme Arantes. Bacana, né? Pois é...

Eu recebi o convite pra participar do projeto, através do então diretor de animação, do espetáculo - o grande Marcos Magalhães (grande mesmo; o cara, além de sensacional, é alto pra caramba). O Marcos é um dos pioneiros da animação no Brasil, além de ser um dos fundadores do festival Anima Mundi (do qual eu taanto falo :D).

Uma das coisas mais legais, da nossa etapa de produção - minha e do Marcos - era que além da animação, havia a necessidade de redesenhar alguns personagens principais da história, pra um melhor funcionamento na hora de animar. Isso eu curti muito, fazer!

O Hugo, por exemplo, por se tratar de um filhote, precisava ter cara de curioso, sabe? Narigão de curioso e olho arregalado, de curioso. Esse personagem, em especial, parece que simplesmente apareceu! Ainda nos primeiros rascunhos encontramos o nosso Hugo!

Esse cachorro já tem cara de fujão! Não adianta!

Além do Hugo, outra personagem que dava as caras nos vídeos, era a galinha Cacá! Responsável por quase todas as falas das cenas - a tagarela Cacá, foi inspirada numa pessoa real - que, pelo o que eu soube depois, curtiu a homenagem. Hehe...

Cacá é puro charme em forma de galinha! O problema é quando fala...

Pessoal, por fim, eu deixo as duas cenas que eu tive o prazer (e o trabalhão também. O tempo foi curtíssimo) de animar, com a direção do sr. Marcos Magalhães!

Ah, a peça foi um sucesso danado! Casa cheia, durante toda a temporada que esteve em cartaz! Eu não pude ver na época, mas ouvi muita coisa legal, tanto do espetáculo,em sí, quanto das animações! O pessoal curtiu tanto os personagens, que eles os utilizaram em todo o conteúdo promocional da peça. Maneirão, né?!

Óh! Viu lá em cima? Viu? Não importa! Vê de novo!

Aproveitando a oportunidade, então...quero mandar um grande abraço a todos os envolvidos nesse projeto! Um ABRAÇÃO, também, a todos os amigos e amigas que visitam o eh CarTOON! Agradeço mesmo, as visitas e os comentários!

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Nua!

Uma das coisas mais bonitas que tem, é....mulher nua! Hehehe. Saliente? Que nada...

Independente de ser magrinha; gordinha..ser baixinha ou ter duas cabeças...a mulher possui, nas suas formas e poses, um charme que eu sempre acho bacana, quando é retratado.

Eu não desenho tanta mulher nua quanto gostaria, mas sempre que dá, acho bem legal o exercício.

Aqui vai um sketch que foi bem divertido de fazer, pois tem o sensual, ainda em forma de cartoon. Espero que cês curtam. Grande abraço!

sexta-feira, 23 de julho de 2010

O Marinheiro Popeye! Phu phuu!

Aqui uma homenagem, a um dos desenhos que marcaram a minha infãncia - O marinheiro (cachimbento) Popeye! Espero que vocês curtam!

Olívia; o sonho de todo marinheiro! :D

Eu lembro que, quando eu era moleque, sentia uma espécie de amor e ódio, pelas aventuras do Popeye (sendo que continuava assistindo). Tipo...eu curtia as porradarias, as mentiras....todas aquelas papagaiadas. Mas tinha um abuso violeento da Olívia. Eu a achava a maior biscate dos sete mares!

Sem sacanagem, eu pegava uma corda, porque toda vez era a mesma história:
- Olívia andando com o Popeye;
- De repente, dava confiança pro Brutus;
- O Brutus dava uma prensa na Olívia, parece um desgraçado que acabou de sair da cadeia;
- A Olívia então, grita pelo corno do Popeye;
- O Popeye salva a Olívia;
- No final...o Dudu come um sanduíche!

É, meus amigos, não é fácil esse negócio de relacionamento...nem mesmo pro Popeye! Ainda bem que naquela época eu nem entendia muito disso, e só achava que a Olívia era duas caras mesmo. :D

Deduções malucas à parte, eu tenho um carinho por esse desenho. Acho que ele faz parte de uma lista de sobreviventes do tempo; o que é bem legal!

Grande abraço a todoS e até o próximo post!
Creative Commons License Obras licenciadas sob uma Licença Creative Commons.
Tecnologia do Blogger.