domingo, 29 de agosto de 2010

Cadê o HuGO que tava aqui?!


Em 2008, a escritora, jornalista e roteirista de televisão (por muitos anos, do Programa do Jô), Diléa Frate, resolveu adaptar um de seus livros mais conhecidos, para a forma de peça teatral (sob a direção de Luis Igreja).

O livro infantil, chamado Procura-se Hugo, saiu curiosamente de uma história real. Diléa tinha mesmo um cahorro chamado Hugo, que era o maior fujão do mundo! Fugiu tanto mas tanto...que um dia não voltou; e Diléa então, resolveu escrever sobre o cachorro e suas possíveis aventuras.

Bom, eu tô falando da Diléa e do Hugo, aqui no eh CarTOON...e nem deixei claro uma questão bem importante: Que raios eu tenho haver com isso? ...Ora pois! Eu participei da peça(yeah)! E não como um cachorro figurante...mas como animador (yeahhhh)!

PEDAAAAALA ROBIIIIINHO!!!

Como o espetáculo era voltado pra molecada, havia uma diversidade muito legal de linguagem áudio-visual; desde atores vestidos de bicho (o que é óbvio, né?), passando por bonecos, e trechos da história, contados em forma de animação (é aqui que eu apareço). Junta tudo isso, mais uma trilha feita por compositores, como o doidão do Tom Zé e Guilherme Arantes. Bacana, né? Pois é...

Eu recebi o convite pra participar do projeto, através do então diretor de animação, do espetáculo - o grande Marcos Magalhães (grande mesmo; o cara, além de sensacional, é alto pra caramba). O Marcos é um dos pioneiros da animação no Brasil, além de ser um dos fundadores do festival Anima Mundi (do qual eu taanto falo :D).

Uma das coisas mais legais, da nossa etapa de produção - minha e do Marcos - era que além da animação, havia a necessidade de redesenhar alguns personagens principais da história, pra um melhor funcionamento na hora de animar. Isso eu curti muito, fazer!

O Hugo, por exemplo, por se tratar de um filhote, precisava ter cara de curioso, sabe? Narigão de curioso e olho arregalado, de curioso. Esse personagem, em especial, parece que simplesmente apareceu! Ainda nos primeiros rascunhos encontramos o nosso Hugo!

Esse cachorro já tem cara de fujão! Não adianta!

Além do Hugo, outra personagem que dava as caras nos vídeos, era a galinha Cacá! Responsável por quase todas as falas das cenas - a tagarela Cacá, foi inspirada numa pessoa real - que, pelo o que eu soube depois, curtiu a homenagem. Hehe...

Cacá é puro charme em forma de galinha! O problema é quando fala...

Pessoal, por fim, eu deixo as duas cenas que eu tive o prazer (e o trabalhão também. O tempo foi curtíssimo) de animar, com a direção do sr. Marcos Magalhães!

Ah, a peça foi um sucesso danado! Casa cheia, durante toda a temporada que esteve em cartaz! Eu não pude ver na época, mas ouvi muita coisa legal, tanto do espetáculo,em sí, quanto das animações! O pessoal curtiu tanto os personagens, que eles os utilizaram em todo o conteúdo promocional da peça. Maneirão, né?!

Óh! Viu lá em cima? Viu? Não importa! Vê de novo!

Aproveitando a oportunidade, então...quero mandar um grande abraço a todos os envolvidos nesse projeto! Um ABRAÇÃO, também, a todos os amigos e amigas que visitam o eh CarTOON! Agradeço mesmo, as visitas e os comentários!

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Nua!

Uma das coisas mais bonitas que tem, é....mulher nua! Hehehe. Saliente? Que nada...

Independente de ser magrinha; gordinha..ser baixinha ou ter duas cabeças...a mulher possui, nas suas formas e poses, um charme que eu sempre acho bacana, quando é retratado.

Eu não desenho tanta mulher nua quanto gostaria, mas sempre que dá, acho bem legal o exercício.

Aqui vai um sketch que foi bem divertido de fazer, pois tem o sensual, ainda em forma de cartoon. Espero que cês curtam. Grande abraço!

Creative Commons License Obras licenciadas sob uma Licença Creative Commons.
Tecnologia do Blogger.